Um Homem Chamado Cavalo – Dublado

BrunoG | Categoria: Filmes.

FILME
Nome Original: A Man Called HorseFILME
Nome Traduzido: Um Homem Chamado Cavalo
Direção: Elliot Silverstein
Roteiro: Elliot Silverstein
Gênero: Faroeste
Lançamento: 1970
Exibido no Brasil: 1970
Classificação: –
Nota: 6,9
País de Origem: EUA
Orçamento: –

Sinopse: Richard Harris estrela esta épica e maravilhosa história, que retrata realisticamente a vida dos índios Sioux americanos no início do século XIX. Quando um senhor inglês é capturado por uma tribo indígena Sioux, e é dado de presente à mãe do chefe (Dame Judith Anderson) pra ser seu criado. Gradualmente, ele abraça o modo de vida da tribo e apaixona-se pela irmã do Chefe. Mas antes, ele deverá ser aceito com honra e coragem com um guerreiro da tribo. Então, deverá suportar o “Voto do Sol” – um ritual selvagem com um sacrifício muito além do que qualquer um possa sonhar no mundo civilizado. Um faroeste impar, com uma interpretação irretocável de Harris e um figurino perfeito criado pela melhor equipe de pesquisa de arte de Hollywood.

Dados do Arquivo
Idioma: Português
Duração: 114 minutos
Qualidade: DVDRip
Nota de Video: 10
Nota de Audio: 10
Formato: AVI
Codec de Video: Xvid
Codec de Audio: MP3
Tamanho: 598 MB
Legenda: S/L

Elenco

AVI Dual Audio
Download Filme: Brupload
Download Filme: SalesFile
Download Filme:Uploaded

Crítica:
Um clássico do cinema! Impressionante atuação de Richard Harris. Mostra a difícil, dolorosa e corajosa adaptação de um prisioneiro branco, aos costumes de uma tribo Sioux. O ritual selvagem do “Voto do Sol” mostrado no filme (e dá arrepios) é verdadeiro e era praticado pelos guerreiros Sioux até ser proibido pelo governo americano. De escravo, aos poucos, ele vai conseguindo o respeito da tribo e aí… Aí é assistir esse filmaço!
Li a sinopse quando adolescente e só agora assisti a essa obra emocionante que demonstra o quanto o ser humano é trágico, dramático e tendencioso ao sofrimento e sacrifício em todas as culturas. Um filme monumental que deve ser assistido, merece a fama que tem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *